M0N0

Em 2016, montadoras tiveram primeiro excesso de produção em quase uma década, mas não foi nem de longe o maior

Arquivado em Brasil | tags: carros, automóveis, montadoras, indústria | Compartilhe


Gráfico principal

Descrição

Em meia à crise econômica brasileira, as montadoras no Brasil têm sofrido com menores vendas e, consequentemente, com redução de ritmo em suas linhas de produção. No começo do ano, a capacidade ociosa estava acima de 50%.

No entanto, à medida que busca elevar o montante de exportações, para se esquivar da morosidade doméstica, e se adequar melhor ao cenário econômico, a indústria tem conseguido se refrear em produzir automóveis demais, pelo menos por enquanto.

Em 2005, o excesso de automóveis produzidos sobre os vendidos (produção - licenciamentos) atingiu o recorde da série histórica desde 1957, em 642.000 unidades. Em 2016, o excesso de produção foi de 106.000 unidades.

Em contrapartida, desde 2008 o país não registrava excesso de produção.

Resultados do setor automotivo

ano licenciamentos produção saldo tipo
1957 30977 30542 435 vendas > produção
1958 60926 60983 -57 produção > vendas
1959 96729 96114 615 vendas > produção
1960 131499 133041 -1542 produção > vendas
1961 144797 145584 -787 produção > vendas
1962 190152 191194 -1042 produção > vendas
1963 173759 174191 -432 produção > vendas
1964 180905 183707 -2802 produção > vendas
1965 188054 185187 2867 vendas > produção
1966 221576 224609 -3033 produção > vendas
1967 226912 225487 1425 vendas > produção
1968 278615 279715 -1100 produção > vendas
1969 349493 353700 -4207 produção > vendas
1970 416704 416089 615 vendas > produção
1971 509623 516088 -6465 produção > vendas
1972 601420 609611 -8191 produção > vendas
1973 735228 729782 5446 vendas > produção
1974 835093 859237 -24144 produção > vendas
1975 858478 882947 -24469 produção > vendas
1976 896135 924672 -28537 produção > vendas
1977 852970 882966 -29996 produção > vendas
1978 972362 1011716 -39354 produção > vendas
1979 1014925 1071100 -56175 produção > vendas
1980 980261 1091205 -110944 produção > vendas
1981 580725 693416 -112691 produção > vendas
1982 691294 796459 -105165 produção > vendas
1983 727732 830069 -102337 produção > vendas
1984 677082 774708 -97626 produção > vendas
1985 763180 879436 -116256 produção > vendas
1986 866728 965283 -98555 produção > vendas
1987 580085 823534 -243449 produção > vendas
1988 747716 966882 -219166 produção > vendas
1989 761625 955533 -193908 produção > vendas
1990 712741 843429 -130688 produção > vendas
1991 790773 861169 -70396 produção > vendas
1992 764016 905038 -141022 produção > vendas
1993 1131165 1173300 -42135 produção > vendas
1994 1395403 1321691 73712 vendas > produção
1995 1728380 1459676 268704 vendas > produção
1996 1730788 1623135 107653 vendas > produção
1997 1943458 1861201 82257 vendas > produção
1998 1534952 1429860 105092 vendas > produção
1999 1256953 1289977 -33024 produção > vendas
2000 1489481 1605848 -116367 produção > vendas
2001 1601282 1674522 -73240 produção > vendas
2002 1478627 1633790 -155163 produção > vendas
2003 1428610 1684715 -256105 produção > vendas
2004 1578775 2124177 -545402 produção > vendas
2005 1714644 2357172 -642528 produção > vendas
2006 1927738 2403680 -475942 produção > vendas
2007 2462728 2825276 -362548 produção > vendas
2008 2820350 3050631 -230281 produção > vendas
2009 3141240 3076000 65240 vendas > produção
2010 3515064 3382143 132921 vendas > produção
2011 3633248 3417782 215466 vendas > produção
2012 3802071 3402963 399108 vendas > produção
2013 3767370 3712736 54634 vendas > produção
2014 3498012 3146386 351626 vendas > produção
2015 2568976 2429421 139555 vendas > produção
2016 2050321 2156356 -106035 produção > vendas
2017 472035 609844 -137809 produção > vendas
Fonte: Anfavea

Referências